Somos alunos da escola Cidade de Castelo Branco, do 9.º ano da turma A. Construímos este Blog com a finalidade de mostrar a nossa sabedoria sobre a História.

17
Dez 08

 

«Paralelas», 1988

 

«Printemps en Suisse», 1990

 

 

  «The Geometrical Composition  Summer»                                      

 

 

 

Sem Título, 1981

 

                                       

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                          

 

 

 

 

 Dans la Transparance du matin ,2000

 

 

  «Carreaux Diamants», 1991

   

 Cristiano Lopes

 

 

publicado por turma9a-ap às 20:02

16
Dez 08

 

 

 

 

Casa onde nasceu Manuel Cargaleiro

 
1927 - Nasce a 16 de em Março de 1927, em Chão das Servas, Vila Velha de Ródão, Portugal.
1928 - Passa a residir na Quinta da Silveira de Baixo, no Monte da Caparica.
1945 - Primeiras experiências em cerâmica, na olaria de José Trindade, na Caparica.
1946 - Ingressa na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, no curso de Geografia e Ciências Naturais, que mais tarde abandona para se dedicar exclusivamente às artes plásticas. Inicia a sua actividade como ceramista na Fábrica Santana, em Lisboa.
1949 - Participa pela primeira vez numa exposição colectiva, chamada “Primeiro Salão de Cerâmica”, em Lisboa.
1954 - Professor de cerâmica na Escola de Artes Decorativas António Arroio; Conhece Maria Helena Vieira da Silva e Arpad Szènes; Primeira viagem a Paris.
1957 - Recebe uma bolsa do Governo Italiano, através do Instituto de Alta Cultura, que lhe permite visitar Itália e estudar a arte da cerâmica em Faenza, Roma e Florença. Fixa residência em Paris.
1963; Adquire um ateliê na Rue des Grands-Augustins 19, em Paris, onde passa a residir.

 

1974 - Homenagem a três artistas da Beira Baixa: Eugénio de Andrade, José Cardoso Pires e Manuel Cargaleiro, organizada pelo "Jornal do Fundão”.
1980 - Executa o cartão original de uma tapeçaria para o novo edifício sede da O.I.T. (Organização Internacional do Trabalho), em Genève, por encomenda do Governo Português.
1982 - É galardoado com a Ordem da Cruz de Santiago da Espada, no Dia de Portugal.
1984 - Oferece 41 obras inéditas ao Museu Tavares Proença Júnior, de Castelo Branco, destinadas à realização de exposições itinerantes.
1987 - Dirige os trabalhos de passagem para azulejos de uma obra de Maria Helena Vieira da Silva para a Estacão de Metro da Cidade Universitária (1988), Lisboa;
1989 - É galardoado com a Medalha de Ouro do Concelho de Vila Velha de Ródão.
2004 – Inauguração do Museo Artistico Industriale Manuel Cargaleiro, em Itália. Criação do Museu Cargaleiro em Castelo Branco.

                                  

 

  Miriam Saiago e Sofia Conde

 
publicado por turma9a-ap às 21:20

15
Dez 08

 

O Museu Cargaleiro foi fundado a 24 de Junho de 2008 e situa-se em Castelo Branco, na rua dos Cavaleiros, bairro do Castelo.

 

 

 

 

Neste museu encontramos não só obras de Manuel Cargaleiro, como também de: Vieira da Silva, Almada Negreiros, Mário Cezariny, Pablo Picasso…

 

 

 

Museu Cargaleiro: exposição de obras outros artistas.

 

 

Manuel Cargaleiro, “Ville Ancienne”

 
Hélder Rodrigues

 

publicado por turma9a-ap às 19:27

 

Expressionismo

 

 

Otto Dix: “A louca euforia dos anos 20”, (1927-1928)
Eduard Munch: “O grito”
Fauvismo
Matisse: “A Mulher deChapéu”, (1905)

Cubismo

Pablo Picasso: “Les Demoiselles d'Avignon”, (1907)
Almada Negreiros: “Retrato de Fernando Pessoa”, (1954)
 

Abstraccionismo

Kandinsky: “Esboço Para Composição VII”, (1913)
 
 
Kandinsky: “Fuga”, (1914)

Surrealismo

Salvador Dali: “A Persistência da Memória”, (1931)
René Magritte: “O reflexo bizarro”, (1937)
Ricardo Barata

 

 

publicado por turma9a-ap às 18:53

subscrever feeds
arquivos
pesquisar
 
blogs SAPO